Guia Sem Pânico: acampamento

Há experiências que você precisa experimentar pelo menos uma vez na vida, e acampar é uma delas. Estar em um acampamento permite que você conheça um local diferente, tenha contato com a natureza, desacelere, desconecte-se do celular e internet, fuja da rotina…

Entretanto, quando se trata de acampar é preciso livrar-se de alguns preconceitos. “Alergia”, “insetos”, “bichos”, “desconforto”, “medo”, quando pensamos em um acampamento essas palavras sempre surgem em nossa mente, certo? E é claro que temos que ter a consciência de que, realmente, essas palavras fazem mesmo parte do que é acampar. Porém, tudo está associado a um lado muito positivo e uma compensação inenarrável.

Para você aproveitar toda a positividade em estar em um acampamento, leia as dicas do Guia Sem Pânico! E não se assuste, não é complicado. O artigo está grande porque quanto mais informações, melhor. Mas o mais legal de acampar é viver na simplicidade.

 1.  Condições do local

A escolha do camping define todo o resto do seu planejamento. Verifique qual tipo de estrutura do local onde pretende acampar, então determine o que você deverá levar na mochila. Pesquise  o máximo de informações possível sobre o lugar e esteja preparado para tudo com o mínimo de coisas possível.

Pesquise o máximo que puder sobre tudo o que o local oferece. Um site que sempre me ajuda é o mochileiros.com que oferece todo tipo de informação, não só sobre acampamentos, mas também sobre viagens e trilhas.

Lotação máxima
Alguns lugares, principalmente se estão localizados em áreas de preservação ambiental, têm um controle de acesso de visitantes. Além de limitação de visitas pode haver cobrança de taxas ou autorização especial. Fique atento (a)!

Banheiros
caminhoz_guia-sem-panico_estruturaTem banheiros com encanamento? Tem luz elétrica dentro do banheiro? Água quente? Garanta apenas o papel higiênico e seja feliz. A preocupação com locais com uma maior estrutura é com relação à altas temporadas. Será que vai ter banheiro para todo mundo? Pesquise em fóruns para não se aborrecer em filas.

Será uma cabana sem encanamento? No meio do mato? Se sim, leve sacos plásticos para usar como lixo (e leve seu lixo com você). Escolha um local tranquilo e distante dos locais em que o pessoal vai dormir. E lembre-se de tampar com terra a sua sujeira.

 

 

 

Cozinhas
caminhoz_guia-sem-panico_cozinhaA maioria dos campings bem estruturados dispõem de fogão, geladeira, mesa, panelas, talheres e afins. Só tenha certeza do que terá antes de montar sua mochila. Já pensou precisar cozinhar sem panela, porque contou que tivesse uma por lá?

Se você for fazer seu próprio alimento e não conta com a estrutura local, lembre-se de levar: fogareiro,  panela e talheres.

Outra informação relevante é saber se tem restaurante por perto.

 

 

Água
caminhoz_guia-sem-panico_aguaVerifique sempre se existe fontes de água potável na região próxima ao seu acampamento. E se há, verifique se é perene ou sazonal (tem fontes que secam em alguns períodos do ano). Sendo assim, leve água o suficiente para todo o trajeto (e mais um pouco) na mochila.

Uma vez já alocado no terreno de acampamento, antes de montar sua barraca evite locais de escoamento de chuva para não inundar sua barraca :/

 

 

 

Terreno
caminhoz_guia-sem-panico_terrenoEscolha com cuidado o local onde montará sua barraca, que deve ser plano, seco, uniforme e protegido do sol. Se for “morar” embaixo de uma árvore, tenha certeza de que ela não vai soltar frutinhos em seu teto. Cuidado com formigueiros. Leve em consideração o vento quando montar sua barraca. Fique longe da cozinha  e dos banheiros (barulho e cheiros). Na dúvida, pergunte ao administrador do camping sobre a melhor opção de terreno.

Durante a noite, mantenha a tela de mosquiteiro sempre fechada para evitar a entrada de bichinhos.

Animais soltos
É comum que alguns campings tenham animais (cachorros, gatos, galos, cavalos, patos… já vi até pinguim) soltos pelo terreno. Pode ser, também, que o camping aceite animais de estimação de campistas. Informe-se, se você não gosta ou tem medo. E cuide bem da sua comida!

 

Iluminação
caminhoz_guia-sem-panico_iluminacaoIndependente de ter, ou não, iluminação na área das barracas, leve lanterna! E, apesar de útil, eu não gosto de montar barraca ao lado de uma lâmpada porque se vou acampar, quero ver o céu estrelado a noite. Gosto é gosto.

A iluminação do local determina se você irá precisar de um lampião, além da lanterna.

Energia elétrica
Seus equipamentos eletrônicos precisam se recarregar, certo? É a pilha, leve extras. É elétrico, leve carregador. Mas e a energia?

A maioria dos campings têm tomadas, mas elas podem estar longe de sua barraca. Logo, se vai precisar, leve uma extensão e garanta que ela vai servir com um adaptador ou benjamim.

Segurança
caminhoz_guia-sem-panico_segurancaObserve, sempre:
– recomendações sobre a segurança do camping privado;
– possíveis animais silvestres e como lidar com eles, em caso de acampamento selvagem;
– telefones de emergência;
– hospital, posto de saúde e farmácia mais próximos;
– mercadinho mais próximo;
– leve consigo cadeados para trancar sua barraca;
– se não tem a técnica, evite fazer fogueiras (prefira fogareiros);
– tenha um kit de primeiros socorros;
– se não conhece bem a área, evite andar sozinho (a);
– antes de sair de casa avise a alguém para onde está indo, o percurso pretendido e previsão de retorno.

Condições climáticas e previsão do tempo
caminhoz_guia-sem-panico_climaSe for chover você precisa levar uma lona para cobrir a barraca, talvez botas impermeáveis, será que sua barraca é apropriada? Ou melhor, se vai chover, você quer estar acampando? Esteja atendo às previsões.

 

 

 

 2.  Preparação – Equipamentos

Mapas

caminhoz_guia-sem-panico_localizacaoÉ sempre bom saber se localizar. É importante buscar o mapa de onde você pretende ir, logo no primeiro instante da organização de sua caminhada. Se puder, leve um GPS.

 

 

 

 

Roupas
O tipo de roupa que irá levar depende do lugar onde vai acampar. O principal aqui é pensar na roupa como você pensaria nos equipamentos: as roupas precisam secar rapidamente, não podem ocupar muito espaço na mochila e devem ser confortáveis e úteis.

  • Use roupas leves (tecidos fleece ou dry fit)
  • Proteja seu rosto com um boné ou chapéu
  • Talvez seja bom levar uma capa de chuva
  • Separe um casaco para não passar frio
  • O calçado ideal depende muito do tipo de terreno onde irá caminhar. Pode ser um tênis, uma bota ou até mesmo uma sandália apropriada. Talvez um chinelo faça falta…
  • Evite roupas jeans ou outros tecidos pesados

Itens na mochila
Preparei uma lista com os principais itens que você poderá precisar, eventualmente. Você pode se basear nela para escolher o que será ou não relevante para sua aventura. Considere, sempre, que você deve viver com o mínimo para cumprir o quesito de peso mínimo da mochila, ok? Portanto, leve apenas o que for indispensável.

Recomendo identificar tudo o que te pertence com seu nome. Em locais onde as pessoas costumam compartilhar as coisas, você não vai querer perder nada, certo?

  • Cadeados para trancar a mochila e a barraca
  • Saco de dormir
  • Lona plástica (serve em casos de chuva)
  • Isolante térmico para forrar o chão
  • Lanterna (com pilhas novas e/ou carregador de baterias)
  • Pilhas extras
  • Faca/ canivete multiuso (!!) use com cuidado 
  • Sacos plásticos para roupas sujas
  • Sacos plásticos para colocar lixo
  • Fones de ouvido
  • Câmera fotográfica
  • Óculos solar com proteção UVA/UVB
  • Documentos pessoais (identidade, CNH, passaporte)
  • Estojo de higiênte pessoal:
    • Filtro solar
    • Repetente
    • Saboneteira com sabonete (caso vá tomar banho em rio ou afim, compre um sabonete biodegradável)
    • Pasta dental
    • Escova de dente
    • Pente de cabelo
    • Toalha de banho (que não ocupe espaço e seque rápido)
    • Papel higiênico
    • Lenço umidecido
    • Protetor sanitário descartável
    • Detergente e esponja para lavar louças
  • Itens de alimentação
    • Fogareiro
    • Abridos de latas /garrafas
    • Kit com talheres, prato, panela, caneca (todos leves e pequenos para não ocupar espaço na mochila e pesar demasiadamente. E verifique se o camping já não dispõe desses itens)
    • Hidratação/comida
    • Papel alumínio
    • Clorin (pastilha de cloro para purificação de água)
  • Eletrônicos
    • Benjamin
    • Adaptadores de tomadas
    • Extensão
    • Carregadores de câmeras, celulares e afins
    • Transformador de voltagem 110/220
  • Kit salvação
    • Silver tape
    • Isqueiro/fósforos
    • Cola e remendo para colchão inflável
    • Remédios/ primeiros socorros
    • Cordas multiuso  e prendedores para estender roupas

Levo celular?
Item de uso apenas para emergências. Não fique com celular na mão procurando sinal no meio do mato, pois (se deus quiser) você não vai conseguir sinal fácil. Afinal, o melhor de estar na natureza é poder apreciá-la, e ninguém merece o celular apitando toda hora!

celular_praia-do-sono

Anote o número dos bombeiros (193) e outros números de emergências em cidades próximas de onde você vai caminhar.

Alimentos
Para escolher o tipo de comida ideal para um acampamento considere o tempo de conservação, a praticidade e a qualidade nutricional. As principais dicas são:

  • Prefira frutas desidratadas ou que não amassem com facilidade.
  • Evite alimentos com índice glicêmico muito alto, para evitar descontrole na alimentação
  • Considere o peso e espaço ocupados na mochila
  • Controle muito bem as porções de acordo com o tempo em que deseja ficar acampado
  • Pesquise se há restaurantes, mercadinhos e afins, pois você pode querer fazer algumas refeições pelo local. Por isso, também leve dinheiro.

Sugestões de alimentos:

Café-da-manhã

Café solúvel, leite em pó, pães-de-forma, tapioca, geleias, queijo pollengui ou curado.

Almoço/ jantar 

Arroz (prefira o de saquinho, pela facilidade no preparo), macarrão, carne seca, peixes enlatados (atum ou sardinha), milho enlatado.

Petiscos

Cereais (granola, amendoins, castanhas, nozes e outras oleaginosas) e frutas desidratadas.

Atenção!
Água é melhor sobrar do que faltar. Se você for passar um dia inteiro em lugar sem fonte de água doce, por exemplo, leve pelo menos 2 litros de água por pessoa.

Barraca
Escolher sua barraca é definir como será sua casa, praticamente. Não é fácil. Você deve observar:

  • Impermeabilidade (coluna d’água acima de 1000mm, para acampar em lugares ao ar livre. Complemente a segurança levando uma lona plástica)
  • Costuras (não adianta o material ser impermeável se as costuras não são seladas)
  • Facilidade na montagem e desmontagem
  • Sobreteto (proteção à chuva. Deixe esticado a uma distância de 10 cm das arestas da barraca)
  • Portabilidade (barracas autoportantes permitem deslocamento mesmo após montada)
  • Ventilação (“janelas” que permitem circulação de ar e evita a condensação)
  • Peso (quanto mais leve, melhor)
  • Tamanho (a capacidade considera lugar para o equipamento, além  das pessoas. Admita que a barraca possui lugar para 4 pessoas, então nesta barraca cabem no máximo 3 pessoas, sendo 1 lugar para os equipamentos)

Manutenção:

  • Não guarde sua barraca molhada
  • Lave sempre que possível, evitando produtos abrasivos
  • Cuidado com fogo: não acenda fogareiros e fogueiras próximos às barraca, evite usar produtos aerosóis e nunca, nunca, nunca fume dentro da barraca!
  • Forre o chão com um pedaço de lona menor do que o diâmetro da própria barraca. Se for maior, pode acumular água entre o solo e o chão da barraca, criando poças que podem causar infiltração.

  3.  Comportamento

Assim como em qualquer ambiente, você deve saber se comportar. Acampamentos são ambientes cooperativos, comunitários e de integração. Respeite o espaço seguindo algumas dicas importantes:

Atenção ao peso
Leve consigo apenas o que for considerado essencial. Depois de equipar sua mochila, revise o conteúdo e tente retirar o máximo de coisas que puder. Quanto menos, melhor (exceção para água potável que é melhor pecar pelo excesso).

Aviso
Sempre avise a alguém confiável sobre qual trilha você fará e a previsão de retorno.

Lixo
Carregue consigo todo e qualquer lixo que você produzir ou encontrar.

Mínimo impacto
Mesmo uma pedra removida pode alterar algum aspecto do ecossistema.

Não incomode
Gritos, música alta e bagunça incomodam pessoas e animais silvestres: respeite o ambiente natural.

Seja gentil
Seja gentil e prestativo com as pessoas, você nunca sabe quando precisará de ajuda. Interaja com os outros campistas e aproveite os benefícios de espaços comunitários!

Não alimente animais silvestres
O que a gente come nem sempre faz bem aos animais que encontramos em seu habitat natural. Esse hábito pode desmotivar os animais a buscarem suas próprias comidas, confiar nos humanos (e nem todos são gente boa) e aproxima os animais do local onde você e outras pessoas irão “morar” por algum tempo. Fora que algumas espécies oferecem risco à saúde humana e contrair uma doença (por mordida, por exemplo) enquanto acampa é o que você menos vai querer. Acredite.